Reduzir custos administrativos sem perder a eficiência de sua equipe é um desafio e tanto. Acontece que muitos gestores têm alcançado essa meta com o sistema ERP auxiliando o e-commerce, sabia?

Afinal de contas, a tecnologia fortalece grande parte dos processos que envolve o fluxo de trabalho das lojas virtuais, como o anúncio de produtos, a emissão de notas ficais e até mesmo a separação de pedidos.

Dessa maneira, a sua gestão ganha mais agilidade, precisão e segurança. Quer ver, então, como isso é possível? Basta seguir com esta leitura para entender as maneiras com as quais o ERP está auxiliando o e-commerce a ser ainda mais eficiente.

O que é ERP?

Sigla para Enterprise Resource Planning, o ERP é uma ferramenta essencial para o planejamento dos recursos de uma empresa.

Com recursos de automatização e gerenciamento facilitado, o produto ajuda a organizar a rotina e a tornar o fluxo de trabalho sob controle. Assim, seus profissionais ganham mais tempo para se dedicarem a ações analíticas e estratégicas em vez de tarefas mecânicas, repetitivas e burocráticas.

Como o ERP está auxiliando o e-commerce?

De maneira geral, o ERP pode ser usado em todo tipo de empresa — desde a área de saúde ao comércio de eletrônicos, entre outros.

Isso porque, o seu diferencial está em mapear o fluxo de trabalho, independentemente de qual seja, para agregar mais controle em todas as etapas do processo.

No caso do e-commerce, especificamente, o sistema ERP pode ser usado desde o anúncio de suas soluções ao envio dos pedidos. Tudo com mais controle dos estoques e facilitações para a equipe de vendas a partir da integração de dados em um só lugar.

Até por isso, especialistas têm apontado que o ERP está auxiliando o e-commerce de diversas formas, como:

  • Controle de estoque de maneira automatizada;
  • Gerenciamento de pedidos de maneira simplificada;
  • Organização de toda a sua logística de frete;
  • Emissão de notas fiscais com praticidade;
  • Elaboração ágil do balanço de vendas (gerando insights e permitindo o diagnóstico de carências);
  • Gestão das despesas de sua empresa;
  • Melhorias no controle de caixa;
  • Integração com outras plataformas, facilitando o cruzamento de informações (como ferramentas de marketing).

Com isso, não apena a sua gestão passa a ter todo o controle dos processos produtivos em um só lugar, mas os seus colaboradores são beneficiados pelas conveniências acima citadas.

Consequentemente, o número de erros causados por preenchimentos indevidos ou pelo desencontro de informações entre setores (vendas e estoque, por exemplo) é erradicado.

E, também, a centralização dos dados faz com que você tenha ao alcance todos os dados relativos à sua gestão. Algo essencial para identificar oportunidades de negócio e encontrar gargalos produtivos continuamente.

gestão do e-commerce

Como qualificar a sua gestão?

Bom destacar que o ERP está auxiliando o e-commerce em decorrência do dinamismo do setor. Pela ausência de contato direto com profissionais, o consumidor está cada vez mais acostumado com uma experiência de compra ágil, segura e imune a imprevistos.

Sem o ERP, boa parte desses processos está atrelada ao cuidado manual dos seus colaboradores em lidar com cada etapa do seu fluxo de trabalho. E, com essa solução implementada na sua rotina, eles só se ocupam de tarefas-chave.

Para você, isso se resume em mais segurança e agilidade para lidar com a rotina administrativa, com recursos variados para focar, exclusivamente, no desenvolvimento da sua marca.

É por isso que esse tipo de produto pode ser uma solução diferenciada para a sua gestão. E, se você quer saber um pouco mais sobre como o sistema ERP está auxiliando o e-commerce — e como ele pode fazer isso também pelo seu negócio —, entre em contato com um de nossos especialistas!

Posts relacionados